Sem Título

Era uma vez uma mulher no corpo de uma criança, ou seria o contrário?

Era uma vez uma garota.

Era uma vez uma menina com esperanças, medos, preocupações e o peso do mundo nos seus ombros. Ela gostava de observar as pessoas no seu caminho da escola e a cada dia ela aprendia algo novo. Ela gostava de admirar livros, mas de lê-los? Só de vez em quando. Ela também gostava de acordar cedo, subir algumas ruas do seu bairro e ver o Sol nascer.

Era uma vez uma criança que sorria para todos e para tudo, que apreciava as pequenas belezas da vida e que era feliz por isso. Ela não escondia coisas escuras sobre a sua vida, ela não fazia coisas que ninguém podia descobrir, ela era apenas uma garota feliz. Ela provavelmente cresceu, se casou, teve filhos, netos, um emprego bom, uma vida também boa e morreu feliz como sempre foi.

Ou então não, mas eu duvido muito, afinal, essa história começou com Era uma vez, e deve terminar com um ela viveu feliz para sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s